O Google Assistente agora fala português! Veja tudo o que ele pode fazer

139
0
Compartilhe:

Em meados de maio, o Google anunciou, para felicidade geral da nação, que o Google Assistente passaria a ser disponibilizado aos poucos para os usuários brasileiros. E o melhor: funcionaria em português 😀

Após alguma espera, a promessa tem sido cumprida e alguns grupos de usuários já conseguem utilizar a ferramenta desde o final de julho (antes, só funcionava exclusivamente dentro do Allo).

O que é o Google Assistente

O Google Assistente é como se fosse uma versão aperfeiçoada do antigo Google Now.  Ele é um assistente pessoal do Google para smartphones e interage com o usuário por texto ou comandos de voz. Funciona em celulares com Android 6.0 ou superior e tem como intuito ajudar o usuário em pesquisas e tarefas cotidianas, porém de uma forma mais engajada e personalista do que a versão antiga.

Ele está presente nos celulares, no Google Home, Google Allo e Android Wear atualmente. Mas a ideia é que futuramente integre também televisões, carros e aparelhos de som.

O Google Assistente é concorrente direto da Siri (Apple), da Cortana  (Microsoft) e da Alexa (Amazon), mas o Google promete disponibilizar o recurso também para iPhones.

Qual o diferencial?

Podemos dizer que o que diferencia o Google Assistente é o uso cada vez mais focado da Inteligência Artificial. Ele deixa de responder apenas perguntas mais básicas e passa a interagir com o usuário de forma bem mais objetiva.

Um exemplo: vamos supor que você utilize em sua casa o Google Home, o alto-falante desenvolvido para dar suporte ao Google Assistente. Ao retornar para casa depois de um dia de trabalho, você utiliza apenas comandos de voz para acender as luzes da sala, solicitar atualizações sobre os compromissos marcados na sua agenda no dia seguinte, perguntar sobre a lista de compras, analisar imagens das câmeras de segurança ou apenas pedir que a sua playlist preferida toque no Spotify.

No detalhe: o Google Home integrado ao ambiente da casa (foto: Google)

Essa é a principal diferença do Google Assistente: ele pretende ser muito mais integrado à vida e ir crescendo em ‘sapiência artificial’ à medida que você o usa.

O Google Assistente já está disponível no meu celular?

Há algumas formas de saber isso. Como a liberação do Assistente está sendo feita em fases, há usuários contemplados antes de outros.

Se você receber uma notificação com a mensagem “Converse com o Google”, é só dar seguimento clicando ali. Ele vai te enviar para uma área de ativação. Ao clicar em “Continuar”, você passa a interagir com o assistente.

Outra forma de verificar se está disponível para você, é abrir o Google App e ir até “Configurações”, no menu. Confira se a opção “Google Assistente” está sendo mostrada no topo da tela (onde ficava antigamente o “Now e Pesquisa”).

A última tentativa é segurar o botão “Home” por dois segundos e checar se o assistente é ativado. Se nenhuma delas funcionar, vale esperar o próximo lote de liberações para o seu celular.

Como posso usá-lo?

Há duas opções de comando: por texto e por voz.

  • Geral: se você já usava o Now, aqui segue o mesmo procedimento. Você pode consultar desde a previsão do tempo até pesquisar sobre alguma data histórica. Caso você esteja meio perdido ainda neste ambiente, uma dica é perguntar: “O que você pode fazer?” e o assistente vai te mostrar todas as funcionalidades que pode desempenhar.
  • Contexto: aqui entra a parte da evolução da Inteligência Artificial. Um dos grandes diferenciais do Google Assistente é que ele pode entender um contexto específico. Ou seja, você consegue manter uma conversa com ele sem precisar mencionar referências anteriores. Isso nem a Siri e nem a Alexa fazem. Além disso, ele tem a capacidade de oferecer sugestões de pesquisas relacionadas à alguma questão que você já buscou anteriormente. Por exemplo: você fez uma pesquisa sobre a localização de uma cidade. Ele automaticamente vai te oferecer sugestões de hotéis ou restaurantes ali.
  • Comandos úteis: o assistente também tem aquela ajudinha em funções que facilitam a vida: você pode solicitar que ele abra algum aplicativo, que ligue para algum contato, que deixe ativado um alarme e muito mais.
  • Buscador: essa função também é das mais úteis. Você pode solicitar sugestões de restaurantes ao redor do ponto em que você está e até segmentar sua busca de acordo com alguma culinária específica: Restaurante Árabe. Ele também te ajuda com programação cultural (filmes em cartaz no cinema ou peças no teatro).
  • “Vamos Jogar”: é um recurso lúdico do Assistente e bem divertido. Ao dizer essa frase, ele vai te desafiar em alguns: pode ser desde adivinhação de sequência de emojis, trívias de conhecimentos gerais e até músicas.
  • Humor: a Inteligência Artificial também tem avançado quando se trata de humor. Assim como as concorrentes Siri e Cortana já fazem, o Google Assistente também se arrisca nas respostas divertidas. Faz o teste aí, digite: “Me conta uma piada” rs.

Conheça os Planos Pós Pagos da Conecta com pacotes de internet variados. Acesse e contrate online 😉

Compartilhe:

Comente