Novos emojis vem aí! História e curiosidades sobre o queridinho das mensagens

Compartilhe:

Quantos emojis você já utilizou nas suas mensagens hoje? Qual é o emoji que você usa com mais frequência?

Se você precisou parar e contar esses números, saiba que você não está sozinho nessa. Só no Twitter, no minuto da publicação dessa matéria, o emoji 😂  foi utilizado 1750696086 vezes!

Imagem: Emojitracker

Aliás, esse emoji  😂   é dos mais populares e foi, inclusive, eleito pelo Dicionário Oxford como a palavra do ano de 2015. A cada ano, a editora da universidade elege a palavra que, naquele período, atraiu um grande interesse e representou o espírito vigente. Louco, né?

69 novos emojis em 2017

Imagem: Emojipedia

Para felicidade geral da nação, a Emojipedia, enciclopédia online de emojis, anunciou que vão ser lançados 69 novos emojis até o fim de 2017. A atualização, batizada de Emoji 5.0, foi lançada oficialmente no dia 30 de junho e deve chegar aos poucos aos usuários finais.

Entre as novidades, estão emojis com mais diversidade de gêneros, praticando yoga, pedindo silêncio, além de alguns dinossauros, vampiros, duendes e sereias.

Imagem: Emojipedia

Como surgiram os emojis?

Tá, mas você deve estar pensando: de um onde surgiram os emojis e como eles se popularizaram assim?

A palavra “emoji” é japonesa e vem da união de “e” (絵), que significa imagem e “moji” (文字), que significa letra. Ou seja, são símbolos que representam uma ideia, palavra ou frase completa.

Com o uso massivo dos smartphones, eles foram ganhando cada vez mais público, já que com poucos símbolos, as mensagens podem representar expressões, objetos, animais, sentimentos e muito mais.

Emojis x Emoticons

Se ao tentar definir o que é um emoji, você o associa aos emoticons, cuidado! Eles são diferentes. Os emojis são caracteres independentes, uma espécie de alfabeto alternativo. Já os emoticons são formados a partir de caracteres do teclado, como por exemplo : o , (-: ou <3. “Emoticon” vem do inglês: emotion (emoção) + icon (ícone).

Essa diferença fica mais perceptível quando você vai utilizar qualquer um dos dois no seu aparelho. É necessário habilitar, por exemplo, a opção de teclado emoji, como se você estivesse optando por outro idioma. Já com os emoticons isso não é necessário, porque você utiliza os sinais gráficos do nosso próprio alfabeto.

Quem padroniza o emojis para que os teclados dos computadores, tablets ou celulares possam interpretá-los é um protocolo chamado Unicode, que foi criado nos anos 1980 pela Xerox (a princípio, a ideia era padronizar os kanjis). Depois, outras grandes empresas como Apple Microsoft e IBM também aderiram.

Hoje em dia existe a fundação do Unicode Consortium, que agrega empresas e outras instituições interessadas na padronização dos emojis. Eles definem os padrões de código, votam novas definições e aprovam a entrada de novos emojis.

Não é todo mundo que pode se filiar ao Unicode Consortium, mas a notícia legal é que qualquer um pode sugerir um emoji novo \o/, ou seja, criar um novo ícone e submetê-lo à avaliação desse clube. Se a sua justificativa convencer a galera e eles acharem que seu emoji é realmente inovador, ele entra para o seleto grupo de emojis disponíveis atualmente.

Emojipedia: significado dos Emojis

O interesse em torno dos emojis é grande. Linguistas estudam e debatem se eles chegam a configurar uma nova linguagem ou não. Em 2013, o pesquisador australiano Jeremy Burge começou a se debruçar sobre o significado de cada emoji.

O resultado desse trabalho está na Emojipedia, uma espécie de dicionário de emojis no qual ele explica o que cada um deles representa, qual é sua aparência em cada plataforma de telefonia celular e desde quando eles existem.

Por exemplo:

  • Os emojis dos três macacos tapando os olhos, orelhas e boca, são os que ilustram o provérbio japonês “Não ver o mal, não ouvir o mal, não falar o mal”, segundo Burge.

Imagem: Emojipedia

  • O quadro do pintor norueguês Edvard Munch, O Grito, é a inspiração para o emoji:

Imagem: Emojipedia

  • Você já reparou que o emoji de um livro aberto de capa azul tem uma mensagem no meio? Segundo Jeremy Burge, a mensagem originalmente em inglês é:

Imagem: Emojipedia

Isto é para os loucos. Os desajustados. Os rebeldes. Os criadores de caso. Os que são peças redondas nos buracos quadrados. Os que veem as coisas de forma diferente. Eles não gostam de regras. E eles não têm nenhum respeito pelo status quo.”

O texto é parte da famosa campanha de publicidade da Apple Think Different (“Pense diferente”, em tradução livre), lançada no fim dos anos 90.

Cronologia

  • 1982: um professor da Universidade de Carnegie Mellon (EUA), finalizou uma mensagem com um rostinho feliz “:-)”, pra dar leveza ao seu texto. Era o primeiro de muitos emoticons que viriam
  • a partir daí, os japoneses criaram emoticons mais elaborados, que foram batizados de kaomoji – kao significa rosto e moji, caractere ou letra. O primeiro deles foi: ^_^. Mas você já deve ter visto algum destes: ¯\_(孩)_/¯, ಠ_ಠ
  • 1998: o programador Shigetaka Kurita era funcionário da Docomo, uma empresa de telecomunicação do Japão que estava tentando implantar a primeira rede de internet móvel no país, a i-mode. Foi ele quem teve a sacada de criar no próprio teclado um caractere que denotasse sentimento.
    O botão de “adicionar ❤ ao texto” começou nos pagers e logo ganhou popularidade. A empresa tinha a ideia de disponibilizar mais ícones, mas faltou dinheiro. Assim, o próprio Shigetaka Kurita fez o design dos primeiros 172 símbolos. Entretanto, como os emojis eram muito pequenos (12 × 12 pixels, o equivalente a 3 mm²), a empresa não pode patenteá-los. Sem dono, a ideia foi se espalhando pela internet e ganhando popularidade.
  • 2008: a Apple lança o primeiro iPhone e, pensando na sua popularidade no mercado japonês inclui os emojis e lança somente por lá
  • 2009: a Unicode padroniza os emojis
  • 2011: a Apple libera os emojis para todas as línguas com o lançamento do iOS. Google e Windows procuraram fazer seus emojis inspirados no design da concorrente.

Conheça os Planos Pós Pagos da Conecta. Acesse e contrate online 😉

Compartilhe:

Comente