4G, 3G, LTE – saiba diferenciar os tipos de conexão do seu smartphone

871
0
Compartilhe:

As oscilações de internet são muito comuns e isso acontece porque muitos fatores influenciam o caminho dela até o seu aparelho. Você já deve ter notado que conforme essa variação ocorre, as siglas ao lado das barras de sinal variam: “G”, “E”, “3G”, “H”, “H+”, “4G” (LTE).

Abaixo, você poderá diferenciar esses códigos e perceber a evolução da conexão pelo qual os telefones passaram.

1G, 2G e GPRS

Antes de falar dos mais comuns, é interessante saber como tudo começou. Lá nos primórdios, em meio aos anos 1980, a primeira geração de conexão, a “1G”, conseguia se conectar à internet via modem e trocava dados a 10 Kbits/s.

No início dos anos 1990, uma nova tecnologia, o “2G”, possibilitou um avanço significativo na velocidade. Com a mudança, o sistema deixava de ser analógico e passava a ser digital. A taxa de transferência dá um salto para 97 Kbps.

A primeira evolução dessa segunda geração é conhecida como GPRS ou “G” (General Packet Radio Service ou Padrão de Transmissão de Rádio por Pacote). Com a mudança na tecnologia, o celular poderia transferir dados, em teoria, até 171,2 Kbps.

E ou Edge

Em algum momento, você já deve ter visto um “E” na tela do seu aparelho. Isso significa que sua conexão está baixa, mas ela já foi a evolução do sistema GSM um dia. Em teoria, a taxa de transferência pode chegar a 473,5 Kbps.

3G

A terceira geração de conexão de internet nos celulares deu um belo upgrade no início dos anos 2000 e foi através dela que a difusão da internet nos aparelhos móveis aconteceu brutalmente. Isso porque era possível, então, ter uma conexão em seu dispositivo semelhante a que se tinha em casa. O salto de velocidade chegou a 2 Mbps.

H ou HSPA (High Speed Packet Access)

Depois da terceira geração, as evoluções foram cada vez mais drásticas e poucos anos depois a conexão evoluiu para incríveis 14,4 Mbps.

H+ ou HSPA+

Mais recentemente o HSPA passou por uma grande mudança que alterou seu modo de transferência com múltiplas entradas e saídas, o que possibilitou usar mais de uma antena para transmissão do mesmo canal. Nessa nova configuração, a velocidade de download pode chegar a 168 Mbps e 22 Mbps de Upload

4G ou LTE

A quarta geração ainda é recente e em muitos lugares do mundo ainda está em implantação. A evolução é bastante significativa e possui potencial para desenvolvimento de upgrades. Hoje, essa tecnologia pode chegar a incríveis 300 Mbps de download e 75 Mbps de taxa de upload.

Quando virá o 5G?

Se você gosta de tecnologia e fica sempre atento aos novos estudos, saiba que a Universidade de Surrey, no Reino Unido, fez teste no ano de 2015. As primeiras avaliações foram realizadas e a taxa de transferência chegou a incrível marca de 1 Terabit por segundo. Mas, apesar desse número arrasador, quando estiver em operação essa conexão deve variar entre 10 e 50 Gbps.

No fim das contas, o importante é não perder a conexão com a internet e quanto mais rápido melhor para nós, usuários.

 

Quer mais internet no seu celular? Conheça nossos planos!

Compartilhe:

Comente